📦 ENVIOS GRÁTIS A PARTIR DE 30€ CONTINENTE E ILHAS!

Óleo de Cânhamo VS Óleo de Sementes de Cânhamo

Falando de qualidade e variedade, a existência de óleos de cânhamo no mercado não é nova, existindo já um leque com diversas ofertas no mercado. Por vezes a escolha que achamos certa pode, num instante, tornar-se num tiro no pé, pagando gato por lebre ou até fazendo o efeito placebo. Podemos facilmente entusiasmar-nos ao ponto do nosso subconsciente pensar que estamos sob algum efeito, quando de facto, tratam-se de manobras de marketing cativantes e influenciadoras, usando várias técnicas manipuladoras como dizer que não existe outro igual, que o seu produto é único e inovador, que é duplamente certificado, entre outras manobras de marketing que levam o consumidor a pensar que está a escolher a opção certa.

Muitos produtos e empresas até apresentam certificações e testes laboratoriais que, mesmo que sejam verdadeiros, não refletem a própria qualidade do produto em si. São apenas testes e certificações de que estão a ser cumpridas normas de produção e que não existem contaminações nos produtos, mais nada. Por isso, neste artigo, indicamos a melhor forma de saber o que está a comprar e se não vai ser enganado(a).

Saber a diferença entre óleo de cânhamo e óleo de sementes de cânhamo

Saber a diferença entre estes 2 tipos de óleo é crucial, pois as marcas aproveitam-se muito das semelhanças para vender-lhe um produto que afinal não é a mesma coisa que procura. Os seus nomes em inglês: "hemp oil" e "hemp seed oil" são amplamente usados nas entrelinhas, por forma a "distrair" o consumidor, fazendo-o pensar que a descrição principal do produto é a correta. Mas engane-se, ao estar a comprar óleo de sementes de cânhamo, está a comprar um produto de inferior qualidade e até muitas vezes duvidosa, no que toca à frescura e validade das sementes usadas para a produção desse mesmo óleo, pois podem ser sementes que não germinaram e foram descartadas para usar como óleo.

A sua eficácia é inferior em relação ao verdadeiro óleo de cânhamo, mesmo que seja apresentado com as mesmas concentrações. Por isso tome cuidado, ao comprar mais barato, tenha em conta as entrelinhas, pois pode-lhe sair caro pela fraca ou péssima qualidade.

O óleo de cânhamo apresenta várias substâncias benéficas que só se desenvolvem com o crescimento da planta, como os canabinóides, vitaminas, minerais e os ácidos gordos (omega-3 e omega-6), anteriormente falados neste artigo. Ter um óleo de sementes de cânhamo pode significar a perda de várias substâncias benéficas.

Interpretar corretamente as concentrações de CBD

Os óleos de CBD variam na sua concentração, e geralmente apresentam-se no mercado sob forma de percentagens, o que é correspondente à concentração que existe em cada frasco de óleo. E aqui não existem enganos, pois a percentagem é proporcional à quantidade de CBD existente no frasco.
Supondo que temos um frasco de 10ml com 10% de CBD, vai significar que existe, em 10ml (aproximadamente 10g), cerca de 1g de CBD, geralmente indicado no rótulo/embalagem com 1000mg.

A relação é sempre proporcional à percentagem: se temos 10g de óleo e 1g de CBD, então serão 10% de CBD, correto? Ou seja, usando outros 2 exemplos, se tiver uma garrafa de 30ml de 10% de CBD, significa que em 30g vai ter o correspondente a 3g de CBD, ou 3000mg. O mesmo aconteceria ao frasco de 5% de 10ml ou 10g, que tem o correspondente a 0,5g de CBD ou 500mg. É bem esclarecedor não é?
E até deixamos-lhe os seguintes exemplos:
5% 10ml: contêm 500mg ou 0,5g de CBD, cerca de 50mg por cada 1ml.
5% 30ml: contêm 1500mg ou 1,5g de CBD, cerca de 500mg por cada 10ml e 50mg por cada 1ml.
10% 10ml: contêm 1000mg ou 1g de CBD, cerca de 100mg por cada 1ml.
10% 30ml: contêm 3000mg ou 3g de CBD, cerca de 1000mg por cada 10ml e 100mg por cada 1ml.
15% 10ml: contêm 1500mg ou 1,5g de CBD, cerca de 150mg por cada 1ml.
30% 10ml: contêm 3000mg ou 3g de CBD, cerca de 300mg por cada 1ml.

Portanto, se existem marcas a vender óleos com 10ml ou 30ml de 10% com 500mg de CBD ou 15% com 750mg de CBD, algo está errado. Significa que estão a prometer óleos a 10ml de 10% e 15%, quando na realidade correspondem a 5% e 7,5% respetivamente. É enganador, não é?

Óleos com sabores, aromas ou outras substâncias adicionais

Quanto mais ingredientes um óleo de cânhamo tiver, mais é a possibilidade de a sua pureza ser comprometida e de o seu efeito ser diminuto, mesmo sendo anunciado com percentagens significativas. Este processo também pode não ser natural, ao serem adicionados componentes sintéticos que façam com que o óleo deixe de ser natural, ou esteja diluído de forma a que a concentração anunciada de CBD não seja tão eficaz, como se estivesse a tomar um óleo natural e puro.

Apesar do seu gosto que pode ser considerado desagradável para uns, é o melhor óleo que pode tomar. Além disso tome sempre atenção à cor do óleo, que deve ser sempre em tons esverdeados. Óleos que apresentem outras cores podem ser duvidosos e não devem ser tomados, caso não conheça a empresa que os fornece ou saiba o conteúdo que é colocado nos mesmos.

Pode acontecer no entanto, haver situações excecionais, onde existam óleos de elevado grau de pureza e combinados com extratos naturais, que permitam ser usados para situações específicas, como a administração a animais ou a crianças, geralmente com concentrações mais baixas. Verifique sempre a origem, composição e tipo de produtos usados, se são biológicos, de origem natural (vegan) e não sejam sintéticos ou quimicamente alterados.

Tenha também em atenção à opção de como se administra o óleo. Algumas marcas usam doseadores diferentes do que a pipeta, tal como doseadores automáticos com doses fixas, e relatam ser melhores do que a pipeta. Contudo a pipeta chega a ser sempre a melhor opção, pois adapta-se à dose de qualquer pessoa que a use, não havendo excessos de dosagem no caso de doseadores automáticos em spray ou em outro formato. Esses formatos têm apenas o objetivo de fazer gastar o frasco mais depressa para que o consumidor possa comprar novos frascos com maior frequência e consequentemente gerar mais receitas e lucros a essas empresas. 

 

Seja consciente e faça sempre a melhor escolha

Todos os fatores acima falados, são decisivos para saber escolher corretamente um óleo que seja de qualidade e tenha todas as informações de acordo, para que não seja enganado(a) e ludibriado(a) para produtos de fraca qualidade.
Tenha também em atenção em certas marcas de óleos que promovam atividades bastante lucrativas, como complexas redes de afiliados, programas de incentivos recompensadores ou outras atividades que tenham como objetivo principal ganhar lucros/dinheiro. Geralmente focam-se mais em marketing e nos lucros do que propriamente a criarem óleos de qualidade, ou a informarem bem o consumidor.

É por isso que, na CBDOIS, queremos sempre aconselhar os nossos seguidores e clientes a escolherem os melhores produtos e ao mesmo tempo aprendendo sobre os benefícios do cânhamo, escolhendo de forma consciente e saber como o usar da forma mais eficaz, para que se sintam mais satisfeitos, mais felizes e principalmente para que se sintam melhores dos seus sintomas, trazendo a melhor qualidade de vida possível.

Escolha sempre o melhor produto para si!

 

 Ver os nossos produtos

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos